lve

CloudLinux – Solução para hospedagem de sites

Um dos problemas mais comuns entre os administradores de sistemas que gerem servidores de hospedagem de sites é, sem dúvida, a gestão eficiente de recursos, especialmente quando desconhecem as aplicações que irão correr sobre estas plataformas (sites instalados pelos clientes). Ao se atribuírem determinados parâmetros a um cliente de alojamento, como o espaço e tráfego descuram-se outros factores bastante importantes, como o tempo de CPU, quantidade de RAM atribuída e número de processos permitidos. Todos estes processos, se fora do controlo poderão ter resultados catastróficos.

cloudlinux

 

Embora o Linux seja um excelente sistema operativo e por isso adaptado por uma grande quantidade de empresas de hospedagem de sites , falha, na sua base, na possibilidade de gerir a totalidade dos recursos de forma independente mediante o utilizador. Isto torna possível que um determinado cliente em dado momento possa vir a utilizar uma grande quantidade de recursos ou até mesmo a totalidade, impedindo os restantes clientes de usufruir em pleno do serviço adquirido. Estas situações, algo comuns podem provocar descontentamento já que, um determinado cliente A dificilmente aceitará que a disponibilidade e performance do seu serviço seja condicionada pela utilização do cliente B. Para solucionar esta problemática surge a distribuição de Linux “CloudLinux” – Site Oficial.

cloudlinux

Esta distribuição introduz o conceito de LVE (Light-weight Virtual Environment), uma espécie de contentores com limites de utilização pré-definidos que impedem a utilização da totalidade dos recursos do servidor. Á semelhança das VPS´s, os recursos destes contentores são isolados, sendo que, a sobreutilização de recursos provenientes do contentor A, nunca interferirá com os recursos disponibilizados ao contentor B.

lve
Recorrendo a um exemplo prático:

– Um servidor de hospedagem tem, alojados, 4 sites (site A, site B, site C e site D)

– Em condições normais, cada um dos sites utiliza cerca de 15% dos recursos do servidor, o que, no seu conjunto perfaz 60%.

1

Num determinado momento, o site D despoleta um problema resultante de uma falha de programação que inicia um consumo de 70% dos recursos de todo o servidor. Necessitando os restantes três sites de 15% cada, ultrapassaríamos o limite do servidor (115%) o que originaria lentidão, interrupção e possivelmente o crash do servidor. Ou seja, devido a um problema no site D, todos os sites do servidor ficariam inacessíveis.

lv cloudlinux

Até à data, para o evitarmos, baseávamos-nos numa monitorização contínua por parte dos nossos colaboradores e uma série de “scripts” desenvolvidos para emitir avisos assim que a carga das máquinas ultrapassasse um determinado valor. Embora com resultados, este processo implica um esforço manual, não muito eficiente que poderia ser evitado.

Com o CloudLinux, temos uma solução ativa que impede o problema de surgir e provocar danos aos restantes clientes, da seguinte forma:

– Cada um dos 4 sites é colocado numa LVE com um limite de utilização (25% por exemplo).

cloudlinux

 

– Ao surgir o problema o site D, que habitualmente utiliza cerca de 15% dos recursos poderá apenas escalar até 25%, sendo, que, os restantes 45% necessários aos 3 outros sites continuam disponíveis. Não existirá portanto lentidão nem interrupção.

cloudlinux

Esta solução revela-se extremamente eficiente não implicando qualquer perda para nenhum dos sites. De salientar que, os recursos definidos como limite na Visual-Fusion situam-se em cerca de 1/4 de todo o servidor existindo portanto uma margem bastante confortável para utilização regular.

– Gestão da sua conta WidHost:

Como cliente da WidHost encontrará, no seu painel CPanel, uma indicação de CPU Usage, Memory Usage e Entry Processes (ver abaixo).

cpanel cloudlinux

 

CPU Usage: Este valor indica-lhe qual a percentagem dos recursos de CPU tido como limite para uma LVE já utilizou. Uma utilização inferior a 50% será sinal de um website saudável. Ao atingir os 100% deverá notar alguma lentidão no acesso ao seu site, resultante da restrição de recursos. Tal indicar-lhe-á que existirão problemas no seu website que deverão ser resolvidos com toda a brevidade possível.

Memory Usage: O valor de “Memory Usage” indica-lhe qual o limite de memória atribuído à sua LVE. Tendo em conta que os servidores de alojamento web dispõe, habitualmente de cerca de 8GB de RAM, atribuimos como limite 1GB de RAM. Valores superiores a 50%-70% serão evidência de problemas no seu site que terão de ser solucionados de forma a não experienciar lentidão. Regra geral, um site não necessitará mais do que 100 a 200MB de memória.

Entry Processes: Por fim, o valor de “Entry Processes” será o número de processos em simultâneo que o seu utilizador poderá correr. Um número elevado poderá ser sinal de um ataque DoS ao seu site com o objectivo de sobrecarregar o servidor. Para além dos métodos de protecção inseridos na firewall central e na firewall do servidor, temos aqui um último recurso que impede ataques DoS de aplicação.

NOTA: Caso, por alguma razão veja algum destes limites serem atingidos, deverá contactar o nosso suporte técnico. Conseguiremos auxiliá-lo na resolução do problema existente no seu site para que tal não se repita.

– Estatísticas de Utilização

Colocamos ainda à disposição do cliente uma nova opção na secção de estatísticas – “Resource Usage”.  Aqui encontrará a informação de, se alguma vez o seu site atingiu o limite, a que horas o fez e qual o valor. Colocamos mais abaixo um site de teste, propositadamente problemático que demonstra uma utilização irregular. Este site contém algoritmos de cálculo complexo.

cpanel cloudlinux

 

Conforme poderá verificar, este site atingiu em várias alturas o limite de utilização de 25% do LVE. A linha vermelha demonstra que, em várias alturas do dia foi atingida a linha azul, que demonstra o limite definido pela Visual-Fusion. A linha verde demonstra a média de utilização de CPU. Neste caso particular, conseguimos ainda ver que a um determinado momento foi atingida uma utilização de memória de aproximadamente 800MB, não tendo, no entanto alcançado o 1GB de limite.

Atendimento